2 de março de 2011

Entre fraldas e patinhas!

Daí que na minha vida eu tenho duas filhas; a Marie – minha filha peluda, e a Yasmin – minha filha recém saída da barriga.
Desde que engravidei fiquei preocupada em como a Marie lidaria com a chegada de outro bebê em nossa vida, afinal de contas, o bebê da casa era ela, com direito a potinho de leiter toda noite, carinho na barriga a todo momento, passear para infinitos lugares conosco, e em dias frios colocar seu pijaminha e tirar uma soneca com a mamãe aqui, enfim, a Marie é uma cachorrinha mimada, e acredito eu que na cabecinha dela funcione mászômenos assim “a casa é minha, os humanos de estimação são meus e quem manda aqui sou eu!”.
Portanto, trabalhei a gravidez toda com ela, sempre mostrando que vinha mudança por aí, arrumei as coisas da Yasmin com ela ao lado, coloquei ela dentro do carrinho de passeio da Yasmin, e sempre disse pra ela que uma “irmãzinha” estava chegando.
No dia da cesárea me despedi dela, expliquei exatamente o que estava acontecendo (a louca falando com um cachorro neh) e disse que voltaria com a irmã (sei lá se ela entendeu, mas eu avisei, conversei mesmo) e lá fui eu.

Já no hospital, lembrando da Encantadora de Bebês, peguei uma fralda usada da Yasmin (de pano, limpinha, só com o cheirinho dela, não vão pensar que é fralda empaçocada não heim) e pedi que minha irmã desse pra Marie cheirar pra se acostumar com o cheirinho da bebê desde já.
Pura bobagem, Marie nem deu atenção pra fraldinha, nem cheirou pra dizer a verdade.

Aíiiiiii chegou o dia de voltar pra casa.
Naquele calor duzinfernus arrumamos a Yasmin no bebê conforto e viemos pra casa.
Na garagem ela veio me recepcionar feito uma doidinha – judiação, ela tava com saudade mesmo!
Entramos e já em cima da cama eu mostrei a neném pra ela, falei que aquela era a irmã que estava dentro da barriga, que ela tinha que me ajudar a cuidar da neném e vou parar por aqui porque senão vocês vão achar que eu sou louca e vão parar de me ler, hauahuah.

Sabem o que aconteceu?
Marie olhou com cara de desdém, cheirou com pouco caso e saiu fora, não quis ficar perto.

Algumas vezes ela chega perto, olha a Yasmin depois olha pra mim, arrisca uma cheirada (mas eu sempre tô por perto) e não demora cinco minutos perto da menina, zarpa fora!

O interessante é que quando a Yasmin chora, ou eu levanto pra dar de mamar, a Marie vem comigo, deita nos pés da minha cama e fica olhando eu cuidar da bebê.

Se o Pablo, minha mãe, pai, irmã, visita, piriquito, papagaio ... pegam a Yasmin no colo a Marie simplesmente ignora a pessoa, finge que não tá ali, pode chamar ela infinitas vezes que é a mesma coisa que nada, ela coloca o fulano no gelo e não quer nem saber.

Em compensação se sou eu que estou com a bebê no colo, ela me arranha querendo colo e eu fico com dó, não dá pra pegar as duas juntas, é ver a bebê no meu colo que ela quer colo também.
Aí pra lidar com isso eu peço que quem estiver perto que pegue ela, termino calmamente o que tenho que fazer com a Yasmin – afinal de contas a Marie tem que aprender a esperar - e depois pego ela e dou um aoverdose de carinho.

E nossos dias tem sido assim por enquanto, com a Marie cabisbaixa e com ciúmes quando estou com a bebê, e toda feliz e faceira quando dou atenção à ela.

Ela não está malcriada, muito pelo contrário, continua uma belezinha de cachorrinha, o que me chateia é vê-la tristinha pelos cantos, mas logo logo isso vai acabar pq ela pouco a pouco vai se acostumar com a nova presença em casa.

Em breve, quando achar que o tempo está bom, vou colocar a Marie em sua coleirinha lilás com patinhas, a Yasmin no carrinho e vamos dar um passeio até a pracinha que tem aqui perto de casa, aí aproveito pra minha filhota humana tomar sol, e pra Marie dar um passeio gostoso e mostrar que sair com a irmã é lucro e a presença dela é boa, afinal ela adora passear e assim associa a Yasmin à coisas boas!

Meu plano é bom num é?

Super beijos

Juu

- Eu não consegui tirar uma foto boa das duas juntas pq a Marie não fica perto, hehe, mas quando ela ficar eu tiro a foto e mostro pra vocês!

19 comentários:

  1. Ju minha linda, posso dar palpites? (ah, diz que eu posso, vai?)

    Seguinte, a Marie precisa entender que o nenem é coisa boa. Se vc pede pra alguém pegá-la no colo quando ela tá com crise de ciúmes, isso só faz com que ela acredite que ciúmes é bacana e vai fazer isso mais vezes, afinal, é só ela ir te arranhar enquanto a nenem está no seu colo pra ganhar colo de alguém! Yes!
    O que vcs poderiam fazer é, quando ela chegar perto da nenem, vcs fazem carinho, brincam com ela, dão petisquinhos... Quando ela arranhar ou fizer manha, aí vcs viram as costas. Sempre dê carinho e atenção APENAS quando ela estiver sendo uma irmã boazinha e sem ciúmes.

    E pode crer que ela aprende rapidinho! Coisa mais fofa que os cachorrinhos são, né?

    E a Mi? É muito choroninha ou é calminha?

    Um beijo linda!

    ResponderExcluir
  2. Aí Ju que dozinha da Marie. Ela sempre reinou absoluta igual meu puppy e agora perceber que ganhou mais uma irmã e que vai dividir o reinado com ela kkkkk, tadinha. Mas aos poucos e com muito carinho ela vai entender né.
    O puppy tem ciumes do meu marido, quando ele vem na minha direção o puppy corre e chega primeiro kkkkkkkkk é muito engraçado. Mas eu já disse ao marido, ele chegou antes de você portanto você tem que engulir ele rsrsrs
    É a Mimi como está?
    Bjks
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ju! A tintura eu comprei em farmácia onde vende produto natural. O nome tb é Gossypium sp.

    Talvez vc encontre em farmácia comum.

    Quanto à amamentação, no início é assim mesmo. Sai pouquinho. Eu lembro de quando ia fazer coleta no banco, que na primeira vez saiu 8ml. Chega fiquei com vergonha de levar o vidrinho lá com um pingo de leite. Mas valeu a pena insistir, pois logo depois saiu 20ml, depois 40, e o máximo foi 80ml.

    Vai dar tudo certo e, pelo menos comigo, a tintura fez jorrar!
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi Ju... Parabeéns pela filhota, ela é linda! Li TODOS os seus posts, mas estava meio ausente nos comments... sorry, please?

    Ahhh, imagino a cena da Marie com a Yasmin, mas no começo é assim mesmo, eu não tenho bbs, mas quando vem minhas amigas com bb em casa a mel fica do mesmo jeito, se acaba de ciumes, mas adora crianças.

    bjos

    ResponderExcluir
  5. Ai Juu! Sou igual com meu filhote, converso com ele como se fosse gente.

    Quero ver como ele vai reagir quando o Vítor nascer, afinal, agora ele é o bebezão da casa. Mas até acho que não vai estranhar muito, pois tem só 4 meses, é pequenino ainda.

    Quando der posta uma foto da Yasmin com a Marie :)

    Beijos, Ananda.

    http://projetodemae.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  6. Ê ciumeira...
    Obrigada pelo comentário, gostei muito. Fico pensando quando será quando for com a Lunna, acho que será parecido porque nós aqui tbm somos muito grudadas. A única coisa que vai me deixar triste quando eu voltar a trabalhar será deixar a Lunna sozinha em casa... toda tristinha...
    Rsrsrs muito legal vc explicar tudo pra ela! Achei legal mesmo!
    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Ju, só te digo uma coisa: logo a Marie se adapta à Yasmin e vai adorá-la. A Meg chegou a ficar até doente, com feridinhas emocionais pelo corpo e com uma inflamação no fígado por estresse (coisas a que o Lhasa já é mais suscetível). Depois de fazer vários exames, tratar todos os problemas, a médica concluiu que ela só melhoraria quando aceitasse a bebê. Ela fugia quando eu a pegava no colo e não queria saber de mim nem quando eu estava sozinha. Sabe o que a fez mudar? Comecei a fazer carinho nela enquanto seguro a Maria Clara no colo. E no dia seguinte, ela trouxe sua vaca de pelúcia pra bebê brincar! hahaha Foi demais! Agora há pouco eu estava com a neném no colo no sofá e a Meg deitou nas minhas pernas. Não foge mais e faz a maior festa quando a Clara acorda pela manhã. Está adorando a nova integrante do grupo! ;)

    Quanto à amamentação, também tive muitos problemas por falta de orientação e também passei a complementar depois da mastite, porque meu leite diminuiu muito. Uso o NAN COMFOR, que tem prebióticos e não dá tantas cólicas (pq às vezes o NAN pode ressecar). Mas fique tranquila que a tendência é o leite aumentar. Leva 15 dias pra produção se estabelecer direitinho. E qualquer coisa, seu GO pode te passar o Equilid ou o Plasil. Eu já tomei (o Equilid ainda tomo) e aumenta muito o leite. O problema é que a Clara conheceu a mamadeira e não tem muito mais paciência com o peito. Mama 10 minutos e não quer mais. Então acabo complementando, na maioria das vezes com meu próprio leite que tiro com a bombinha.

    Pros mamilos, use Lansinoh ao final de cada mamada e as conchas protetoras. Não tive uma fissura graças a essa pomada! Mas tô com você, amiga: o que importa mesmo é a barriguinha cheia das nossas filhinhas amadas! :)

    Um beijo com saudades, nas duas!

    ResponderExcluir
  8. Puxa... mas se Deus quiser ela logo acostuma com a presença da Yasmin... =)
    Só de pensar que ela esta sofrendo com o ciúmes já dá uma dor no coração né? Esses bichinhos são tão especiais na nossa vida...
    Tenho um labrador em casa (femea-chocolate) que é o nosso amor, puro mimo...
    Mas vamos torcer para isso passar logo...
    Beijos e boa sorte

    ResponderExcluir
  9. Ju, o Max era assim no começo. Ele nem chegava perto! Não queria saber da Olívia! chegava a fugir se eu insistisse!
    Com o tempo ele foi acostumando! Agora ele e Olívia estao no maior amor!!!
    Ah, e a dica da Mi lá em cima é ótima! eu fiz isso com o max! Qdo ele chegava perto e pedia carinho qdo eu estava com a olivia, eu fazia cafuné na cabeça dele. Ele associou a olivia a coisa boa!
    A lola fica de guarda da olivia desde q ela nasceu, mas se eu vou pegar a olivia do berço por exemplo e ela está do lado, ela late! Aí eu falo não e ignoro ela! Com o tempo espero que ela aprenda!hehe

    ResponderExcluir
  10. Que bom q vc continua postando sempre... senti falta de vc nesses dias q vc estava no hospital kkk
    Adorei o relato do parto... pq vc conta tudo.... amo...
    logo logo a Marie vai se acostumar... assim esperamos ne kkk
    Eu tenho 2 cachorras... e morro de medo.. pq elas são muito ciumentas...
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Ai Ju por aqui tb temos um filho de 4 patas sabe!
    Mas o meu filho peludo é um boxer enooorme q de pé fica do meu tamanho! Imagina o tamanho da encrenca...rs...
    Ele sentiu MUITO ciume qdo eu tava gravida, me deu patadas na barriga ja e tudo. A gente entendia, mas nao aceitava! Mas ele sentia sim!
    Ficava imaginando como seria qdo a Anna chegasse em casa. Assim q chegamos do hospital, ele tb tava com saudade e veio fazer festa mas eu o ignorei, tadinhoooo.....a partir dai ele mudou!
    Antes ele nao levanatava a pata pra fazer xix, nem sei pq. No dia q chegamos do hospital ele do nada, aprendeu e saiu mijando em tudo! Ele nao fica dentro de casa, só no quintal, entao, minha porta, maquina de lavar, paredes, tuuudo foi carimbado por ele em horas! rs
    Ele queria chamar a atenção mesmo!
    Vomitou no quintaL TODO, latia, chorava, raspava a porta, coisa q nunca havia feito antes!
    Mas conforme a anna foi crescendo, fui aproximando os dois.
    hj eu a deixo no carrinho, no quintal com ele qdo vou estender a roupa por exemplo. El se senta do lado dela e fica...rs...uma graça! Lambe o pé dela, abana o rabo pra ela e aprendeu (olha q coisa!) q se ele chorar, ela ri...rs...entao ele chora...rsrsrs...e ela raxa o bico!!!!! E ele fica feliz!
    Hj posso dizer q eles se amam! Pq ela fica radiante qdo ele aparece na janela! (sim ele sobre na janela da cozinha e do quarto dela...rs)
    é um amor lindo de ver Ju!
    Aguarde mais um pouco q vc vai ver a Marie vai se apaixonar pela Mimi ainda mais sendo femea, q tem todo aquele instinto materno tb!
    Ela vai cuidar muito da bebe!!!! MUITO!

    Beijooooos

    ResponderExcluir
  12. Ai q amor!!!
    Tá usando de toda psicologia com a peluda e tenho certeza q ela corresponde.
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Oi Ju, linda!
    Se preocupa comigo não linda, tá tudo bem! Tô sem assunto e com umas crises existenciais, mas vai passar rs
    Sabe o elíptico? Não veio mesmo, a porcaria do Submarino, depois de um lenga-lenga sem fim, simplesmente cancelou o desconto do meu cartão e não deu nenhuma satisfação. Nadinha mesmo... Vergonhoso, né?

    Ai Ju, eu imagino o que vc tá passando, pois essas filhinhas de pêlo são muito sensíveis mesmo. Mas a Marie até que tá se comportando bem, viu? Logo logo esse estranhamento passa, e as duas vão se amar!
    A minha Íris é tão birrentinha (miiimaaada, amaaaada!) que quando eu engravidei, ela nem me olhava! Imagina quando tiver um bebezinho aqui? Tenho até medo de pensar!

    E a amamentação Juju, um pouco mais fácil?

    Beijos imensos em vc e na Mimi! S2

    ResponderExcluir
  14. Ju,
    Ótima idéia associar a irmãzinha ao passeio matinal, isso é bom.
    A Marie está com ciuminho mas não está com birra neh? Menos mal...
    Engraçado como ela têm ciúmes mas ao mesmo tempo tolera a presença da Yasmin como se estivesse tudo bem: é que a Marie sabe o quanto vc ama essa jóia, e ela não quer deixar vc brava!

    Tb converso muito com meu Ozzy, explico pra ele e ele participa de tudo que diz respeito à Isabella, até assiste aos US's.

    bjo!

    ResponderExcluir
  15. Ainn eu imagino como deve ser complicado se dividir entre esses dois amores!!
    Mas acredito que com o tempo Marie vai se acostumar com Mimi, e esse passeio na pracinha é uma ótima ideia!!
    beijocas

    ResponderExcluir
  16. Se vc é louca de conversar com a Marie, eu sou completamente surtada! Sim, converso mto com meus bichinhos (duas gatinhas e uma cachorrinha). leio seus post e fico imaginando como será aqui em casa... quero mto que elas se deem bem, deixo as gatinhas terem livre acesso ao quartinho, não brigo qndo elas estão lá, para não sentirem que elas não são parte desse cantinho da casa. Assim como a cachorrinha, que ADORA ficar deitadinha bem na porta do quartinho da Maju! Maridex já falou que, qndo estivermos na maternidade virá todos os dias ficar um pouquinho com as nossas peludas, para não se sentirem abandonadas.
    Sobre a amamentação, gelo mto de pensar, morro de medo de ter mto problema, sabia, tô me preparando psicológicamente para enfrentar, pq o resto não tem mto o que fazer, é só esperar ela nascer, né?

    Bjinhossssss

    ResponderExcluir
  17. Menina, fico imaginando como vou fazer com os 3 cachorros e uma gata que eu tenho! calma, só a gata fica dentro de casa, aí não dá né, rs.
    Mas todos já se mordem de ciúmes entre eles, qdo tiver criança então, vai ser uma doideira só kkkk
    bjs

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Aiii, que gracinha a Marie, tá com ciumes!! Mas é normal, né...até porque ela era a rainha da casa!! Deve dar dó mesmo ver ela tristinha...
    Aki em casa é do mesmo jeito, o Joli é super dengado e manhoso! Acho que ele vai ficar assim tb qdo o Lucas chegar! É bom que já vou pegando as dicas com vcs!!!
    Beijokas pra vcs!!!

    ResponderExcluir

Comente e faça uma blogueira feliz!

 

.De princesa encantada a rainha do lar... 2013 Desenvolvido por Frufruzando | Todos os direitos reservados, proibida qualquer tipo de cópia!